Saúde

Imunidade, o que é e como melhorá-la?

Naturalmente o seu corpo tem a capacidade de te proteger contra ameaças externas. Mas, quando sua imunidade está baixa, ele não consegue se defender adequadamente contra os invasores, o que aumenta sua chance de contrair doenças.

E nesse momento que muitas coisas parecem estar fora de controle e estamos lidando com um vírus desconhecido, é especialmente importante cuidar do seu sistema imunológico.

Para começar, é importante mencionar que cada organismo reage à sua maneira. Algumas pessoas são naturalmente mais resistentes do que outras.

Embora a genética tenha grande influência sobre a nossa imunidade, bons hábitos podem dar uma forcinha e manter suas defesas lá em cima.

Por isso, trouxemos uma lista de coisas que você pode fazer para turbinar seu sistema imunológico e proteger o seu corpo.

Coma alimentos que estimulem seu sistema imunológico

Manter uma alimentação saudável e equilibrada ajuda todo o seu organismo a funcionar melhor, inclusive seu sistema imunológico.

Mas, alguns alimentos em específico, são capazes de estimular suas células de defesa e manter seu sistema imunológico a todo vapor.

Vale lembrar que é importante procurar ingerir alimentos in natura ou orgânicos e deixar de lado produtos com aditivos químicos e com grande quantidade de açucares.

Vitamina C

A Vitamina C é excelente para fortificar o sistema imune e é bastante indicada para prevenir e combater o surgimento de gripes e resfriados. Esse nutriente é encontrado principalmente em frutas cítricas, como laranja, limão, acerola, manga, abacaxi, entre outros.

Esse componente é essencial para desencadear diversas reações metabólicas e também para fortalecer o sistema imunológico, por meio da síntese de anticorpos, protegendo o organismo contra infecções e inflamações, que são causadas por agentes estranhos e nocivos, como vírus, fungos e bactérias.

Vitamina D

A vitamina D ou colecalciferol tem ação imunomoduladora que atua sobre as células do sistema imunológico e estimula a síntese de citocinas, fortalecendo a imunidade e evitando doenças virais e infecções. Também é responsável por atuar diretamente no processo de metabolismo do cálcio e da formação óssea.

Essa vitamina está presente em alimentos como peixes, óleos de peixes, cogumelos, alguns leites e derivados e através da exposição moderada ao sol.

Ômega 3

O ômega 3 é uma gordura boa, cuja função é otimizar a produção de células brancas, estruturas responsáveis por identificar e eliminar agentes nocivos do corpo. Por isso, ele ajuda a proteger o organismo contra inflamações e infecções, mantendo a saúde cardiovascular e cerebral.

O ômega 3 pode ser encontrado em peixes do mar, sementes, como chia, cânhamo e linhaça; leguminosas, como feijão, soja, ervilha e grão-de-bico; e oleaginosas, como nozes, amêndoas e pistache.

Vegetais verde-escuros

Brócolis, couve, rúcula e espinafre são fontes importantes de ácido fólico e vitaminas A, B6 e B12, que ajudam na manutenção das células imunes, ajudando na resistência às infecções.

Estes alimentos também são ricos em ácido fólico, nutriente que participa da formação de glóbulos brancos, responsável pela defesa do organismo.

Alho

O alho tem função imunoprotetora e contém vitaminas A, B1, B2, C e minerais como cálcio, enxofre, iodo, magnésio, selênio, sódio e zinco, que são nutrientes importantes para evitar gripes, resfriados e outras doenças.

Mas, vale lembrar que o alho cozido não possui os mesmos efeitos do alho in natura e o recomendado é o consumo na sua forma crua.

Suplementação

Mais da metade da população brasileira tem baixos níveis de vitamina D e falta de diversos complexos que nós não conseguimos encontrar em quantidade ideal nos alimentos, o que leva a uma recomendação geral pela suplementação de vitaminas e minerais para prevenir doenças causadas pela deficiência nutricional.

O nosso Imuno Repair, por exemplo, é feito com fórmula exclusiva para aumento de imunidade com Vitamina D3 e auxilia no reforço do sistema imunológico e na prevenção de gripes e infecções.
Imuno Repair

Mexa-se!

A prática regular de atividades físicas, além de prevenir doenças, aumentar o condicionamento físico e melhorar o sistema cardiovascular, é fundamental para promover o aumento dos linfócitos, que são as células defensoras do nosso corpo.

Isso acontece porque, quando você realizar movimentos musculares e sua frequência cardíaca aumenta, as células começam a circular pelo seu corpo à procura de patógenos.

Mas a atividade física deve ser feita com moderação, porque ao realizar atividades físicas de alto impacto, seu organismo consome glicogênio, o que deixa seu sistema imunológico em estado de alerta.

Evite o estresse

A vida agitada, a tensão e correria do dia a dia são os principais responsáveis pelo nosso estresse. Agora confinados em casa, devido à quarentena, o estresse torna-se constante.

Quando você se encontra em um estado assim, seu organismo aumenta a produção de cortisol, um hormônio que tem a função de baixar a imunidade para que a nossa defesa não ataque as nossas próprias células.

Durma bem

Pessoas que não têm um sono adequado, com cerca de 6 a 7 horas por noite, podem ter seu sistema imunológico afetado. Isso porque a privação do sono causa estresse, que como já falamos, reduz a imunidade e afeta a integridade e função das células responsáveis pelo seu sistema imunológico e também outras diversas funções do seu organismo.

Abandone os maus hábitos

Evitar vícios, como álcool e tabaco, aumenta e muito a imunidade.

Isso porque a presença do álcool e do tabaco no seu organismo estressa o corpo e reduz a eficiência das suas células de defesa. Aí já sabe: sua imunidade vai lá embaixo! Além disso, esses vícios podem desencadear uma série de doenças em todo o seu corpo.

Entendeu como aumentar a sua qualidade de vida e adotar certos hábitos pode melhorar o seu sistema imunológico? Se este conteúdo foi útil, siga a Health Repair nas redes sociais para mais dicas como essas e venha interagir conosco!

Visite nossas redes sociais:
Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *